Fui contemplado, como utilizar minha Carta contemplada

  1. Home
  2. /
  3. Finanças e negócios
  4. /
  5. Fui contemplado, como utilizar minha Carta contemplada

Fui contemplado, como utilizar minha Carta contemplada

Posted in : Finanças e negócios on by : Douglas

Ser contemplado em um consórcio é o melhor processo que pode ocorrer quando o seu objetivo é a compra de um bem de grande valor.

Esse é o evento esperado por todos que decidem entrar nesse tipo de grupo, seja qual for o bem final. Mas você realmente sabe quais passos seguir para atingir a contemplação?

É isso que vamos te ensinar hoje. Dessa forma, você poderá evitar erros comuns e atrasos na aquisição de consórcios contemplados. Vamos te ajudar a realizar o grande sonho de sua vida com a aquisição de um bem valioso. Não se preocupe, pois o processo é fácil e o sucesso é garantido.

Começando um investimento

Primeiramente, vamos entender como entrar em um consórcio e como oferecer a sua contribuição. Você deve começar por procurar um grupo que seja compatível com os seus interesses. Os grupos mais comuns possuem como objetivo final a compra de imóveis ou de automóveis, que são bens de difícil aquisição.

Se você precisar de um fiador para concluir a sua compra, deve indicar alguém que não seja o seu cônjuge e que esteja dentro da maioridade. As restrições bancárias não devem constar na ficha desse fiador. Se esses passos forem seguidos, você terá a sua carta contemplada de maneira rápida e prática.   

A seguir, vamos entender melhor os processos pelos quais você tem que passar e o que você deve fazer caso seja contemplado.

Os tipos de contemplação

São diversos os tipos de contemplação que você pode tentar. Um sorteio ocorre no final de cada mês para anunciar o ganhador. Todos os ganhadores terão seus consórcios contemplados para a aquisição do bem de interesse.  

São três modelos de lances que você pode usar para fazer a sua oferta: o lance livre, o lance embutido e o lance fixo. Se você já foi contemplado, provavelmente sabe qual o melhor investimento no seu caso específico. Não precisamos nos ater tanto a esses detalhes.

Só observe e garanta que você escolheu o melhor dos tipos de lance, de acordo com a sua renda disponível e as suas possibilidades de ganho. Esse é um processo importante que pode garantir o sucesso facilitado e rápido em relação aos demais consorciados.

Vamos entender melhor, a seguir, o que você deve fazer após ser contemplado. Te daremos algumas orientações e dicas para tornar o processo de retirada da carta contemplada mais rápido.

Separe seus documentos

Você deve ter todos os documentos necessários em mãos para agilizar o processo e para não perder os seus benefícios por algumas falhas. É essencial que, para isso, você saiba exatamente o que apresentar depois de ganhar.

A felicidade é grande quando finalmente somos contemplados, e isso pode fazer com que você se esqueça de alguns documentos na euforia do momento. Por isso, é recomendado que você já deixe essas informações separadas.

Primeiramente, saiba quais são os documentos necessários para cada tipo de consórcio. Os consórcios de imóveis, por exemplo, precisam da comprovação de documentos diferentes se comparados aos consórcios de automóveis.

Apesar desses documentos específicos, existem as informações gerais que devem ser apresentadas por todos no momento da aquisição. São eles a ficha de cadastro no programa preenchida e assinada, a cópia do RG ou CNH e do CPF, a cópia do comprovante de residência do consorciado e o comprovante de renda.

Esse último item pode ser pedido ou não. Isso dependerá do tipo de consórcio e do bem oferecido. Vamos entender melhor essa comprovação a seguir.

Você ainda deve ficar atento ao segmento de trabalho em que você está inserido, pois alguns documentos específicos podem ser solicitados.

A comprovação de renda

Essa comprovação vai depender do valor ofertado e do percentual que ele representa frente ao crédito integral. Você pode ser solicitado a apresentar esse documento, e deve se preparar anteriormente.

Se isso ocorrer, é necessário apresentar a declaração de renda mais atual do consorciado. A carteira profissional é outro item de destaque, seja você um trabalhador de carteira assinada ou um trabalhador liberal.

São necessários os últimos 3 contracheques e algumas cópias referentes à carteira de trabalho. A foto e o registro do profissional, por exemplo, são informações requisitadas.

Como comprovar renda no caso de aposentadoria? Essa é uma pergunta válida e muito frequente. O processo em si é simples e não deve gerar muitas questões. O aposentado precisará apresentar uma cópia do cartão de benefício, assim como o extrato de pagamento do último mês.

Adeque os documentos entregues

Vamos falar, por fim, de como adequar os documentos referente a compras de veículos e imóveis.

Veículos

É necessária a apresentação de algumas informações sobre o modelo e marca do carro, o número do chassi e o ano de fabricação. Se o vendedor for particular, você terá que apresentar uma cópia do Documento Único de Transferência (DUT).

A nota fiscal original do bem comprado também deve constar nos registros. Por fim, trazer a nota promissória assinada e o contrato de alienação fiduciária também é essencial.

Imóveis

Para imóveis, o cenário é um pouco diferente. Há mais opções de compra: você pode comprar um terreno, casa ou apartamento ou reforma a partir do crédito. São maiores as quantidades de documentos pedidos.

Você deve apresentar certidões de inexistência de ações civis ou trabalhistas na área adquirida. Há, ainda, a necessidade de um   instrumento particular com força de escritura pública, uma matrícula do imóvel atualizada (validade de 30 dias), uma certidão negativa de tributos municipais uma cópia da certidão atualizada do estado civil e uma certidão de valor venal.

Se você estiver interessado na utilização dos valores para fins de construção, são necessários a planta aprovada pela prefeitura, o memorial descritivo, o alvará e o cronograma da construção.

Tendo esses documentos em mãos, você não terá dificuldades na aquisição dos créditos e na liberação da compra de imóveis ou construção em terrenos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *